FacebookTwitter

A quebra de Micro e Pequenas Empresas | MPE´s

A pior “pandemia” já começou, mas ainda é possível reduzir seus efeitos

Independente dos índices de contaminação e das taxas de mortalidade causada pela Covid-19, eles pouco importarão se você, seus familiares e pessoas queridas forem acometidas. Devemos nos cuidar e tomar as providências necessárias para achatar a curva de contaminação objetivando evitar que o sistema de saúde entre em colapso.

Como consultor tive a oportunidade de atender a mais de 700 empresas de diversos portes e segmentos dos setores do comércio, indústria e serviços.

Nos últimos anos tenho constatado que apenas uma pequena parcela das MPE´s tem conseguido apurar lucro em suas operações. Uma grande parte tem sobrevivido operando próximo ao seu ponto de equilíbrio e, constantemente, ao longo dos anos várias delas encerraram suas atividades por motivos diversos.

Porém, avaliando o atual cenário de paralização das operações da maioria das empresas é certo que dias de grandes desafios e dificuldades estão por vir.

Devemos nos preparar para o período
de maior crise econômica e social de nossos tempos

Postergação dos prazos de pagamento de impostos e de encargos sobre a folha salarial já foram oficializados. Abertura de linhas de crédito com taxas reduzidas e períodos de carência estendida estão sendo estruturadas para socorrer empresas que não tiverem reservas ou fonte de recursos para equilibrar seu caixa.

Todas as possibilidades devem ser consideradas para salvaguardar um negócio, mas se a paralização das atividades empresariais continuar como está, infelizmente, para a grande maioria das empresas elas não serão suficientes.

Vamos ter recordes de quebra de empresas e
índices de desemprego como nunca vistos

Ao analisar os indicadores das empresas que atendi é possível constatar que, daquelas que apuravam lucro, a média de suas despesas e custos fixos girava em torno de 65% de seu faturamento para os prestadores de serviço, 35% para o comércio e cerca de 45% para as indústrias.

Nestas empresas os percentuais médios de lucro identificados foram de 10% para os prestadores de serviço, 5,5% para o comércio e de 7,5% para indústria.

Com base nestes indicadores, podemos realizar as seguintes previsões caso as operações da maior parte das empresas continuem paralisadas:

  • Não havendo faturamento e mantendo a atual estrutura, a dívida das empresas crescerá mensalmente algo equivalente aos seus custos e despesas fixos. Como exemplo, uma pequena empresa prestadora de serviços que faturava R$100mil/mês, em um mês de paralização terá uma dívida de R$60mil, em 3 meses de 180mil.
  • Se considerarmos apenas a parcela das empresas que conseguiam apurar lucro, com apenas 1 mês de paralização serão necessários pelo menos 6 meses para zerar o prejuízo causado pela falta de faturamento. Se 3 meses de paralização, pelo menos 1,5 ano para a recuperação.
  • Para as empresas que operavam próximas ao ponto de equilíbrio e para as que já acumulavam prejuízos, mesmo se a taxa de juros das linhas a serem ofertadas for de 0% e os prazos de carência bastante estendidos, elas somente conseguirão amortizar possíveis financiamentos caso passem a apurar lucro suficiente para tal. Dificilmente conseguirão.
  • A mortalidade das MPE´s será altíssima. A taxa de desemprego subirá acentuadamente em um primeiro momento e progressivamente ao longo dos meses, impactando diretamente o poder de compra do brasileiro. A receita de quase a totalidade das empresas cairá, inclusive daquelas que atualmente foram classificadas como essenciais. Teremos um aumento da fome e escalada da violência.

Serão necessários anos para superarmos esta nova crise
caso não repensemos, sem abrir mão da segurança,
em como retomar nossas atividades empresariais

Recomendações sob a perspectiva da gestão econômico-financeira:

  • Mapeie a atual realidade de seu negócio e a capacidade de geração de resultados nos curto e médio prazos. Identifique qual patamar de prejuízo conseguiria suportar.
  • Projete cenários considerando perspectivas otimista, provável e pessimista.
  • Defina estratégias e ações sempre fundamentado por ferramentas de gestão econômico-financeiras e análise de indicadores.
  • Controle sistematicamente seu caixa. Identifique o capital de giro necessário para manutenção de suas atividades.
  • Cuide de sua equipe se esforçando ao máximo para preservá-la, mas tenha consciência que decisões de corte podem ser necessárias.

Diversas ações estão sendo sugeridas por especialistas. Fique atento e avalie com critério aquelas que podem ser adotadas e implementadas em seu negócio.

Use sua experiência, converse com outros empresários e gestores. Considere pedir ajuda profissional. Serão meses de desafios e você precisa estar preparado!

Osmar Oliveira
@oliveira.osmar

NOS ACOMPANHE NAS MÍDIAS SOCIAIS

Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
free download udemy course
download redmi firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy paid course

Autor